domingo, 27 de dezembro de 2009

Receita de ano novo
 - Carlos Drummond de Andrade -
                                    

Para você ganhar um belíssimo ano novo, cor de arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido – mal vivido talvez ou sem sentido;
para você ganhar um ano, não apenas pintando de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir a ser novo, até no coração das coisas menos percebidas – a começar pelo seu interior;
 novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha;
 você não precisa beber champanhe ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens – planta recebe mensagem? Passa telegrama?
Não precisa fazer lista de boas intenções, para arquivá-las na gaveta.
 Não precisa chorar de arrependido, pelas besteiras consumadas, nem parvamente acreditar que, por decreto da esperança, a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.
 Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo. Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

(FONTE: http://www.dejovu.com/mensagens/ver/?574)

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Árvore de Natal
                                                    

                                                           


Festas


 de


 FIM DE ANO



E eis que o tempo parece ter "voado", tantos fatos importantes no cenário mundial, alguns maravilhosos e outros tantos sem os quais "ficaríamos infinitamente melhor"... Mas tudo é vida, com certeza partes de um Sagrado Plano em ação, que visa o crescimento do ser humano em todos os sentidos.

Que as LIÇÕES tenham sido aprendidas (e ninguém tenha levado bomba nessa escola da vida...!!), que os BONS EXEMPLOS estejam sendo seguidos, as NOVAS E OPORTUNAS idéias estejam vindo à tona, em especial as que se referem à PAZ, ao AMOR, ao cuidado com a NATUREZA, com fórmulas magistrais - além da compreensão em massa! - sobre a preservação do MEIO AMBIENTE, a cura para doenças do CORPO, da MENTE e da ALMA... Enfim, que DEUS reine absoluto nesse NOVO ANO que já desperta no horizonte. Se existia um limite para o homem conhecê-LO, entendê-LO, amá-LO e seguir as lições que ÊLE deixou impressas em cada obra de Sua criação ( a NATUREZA como um todo...), e através de Seu filho que veio e morreu numa agonia atroz naquela cruz, esse momento é AGORA!

O homem tem que despertar AGORA, a Terra tem que ser salva AGORA pois nosso amanhã está nascendo (ou morrendo...) no AGORA!!

Peçamos todos a DEUS "PAPAI NOEL" muita força e esperanças pois, se perdermos esses dois referenciais de vida, estaremos todos perdidos. Portanto, festegemos o Natal ofertando (inclusive a nós mesmos) muito AMOR, muita ALEGRIA, muita FÉ, BELEZA, GENEROSIDADE, MISERICORDIA a todos os companheiros de jornada, e aí encaixo as plantas, os animais, nossos rios, nossa família Cósmica ...

Como acontece sempre nessa época do ano, já estou agendando horários para  MAQUIAGEM PARA FESTAS pois todas as mulheres merecem estar lindas, exuberantes, glamourosas para abrilhantar e embelezar com sua ENERGIA RADIANTE todos os eventos que tanta alegria nos trazem como as Formaturas, o Natal, o Revellion. E para o início do Novo Ano estou preparando para vocês um curso de MARKETING PESSOAL / ETIQUETA PESSOAL E EMPRESARIAL, afinal ninguém merece de cada um de nós menos do que O MELHOR que temos a oferecer, e a boa aparencia, os bons modos, são sinais de respeito e carinho para com todos aqueles que convivem conosco e/ou cruzam nosso caminho ao longo da jornada.

Os (as) interessados (as) em meu trabalho na área de maquiagem, inclusive  as Empresas interessadas em cursos "in Company", poderão contatar-me através do email sandrahasmann@hotmail.com, deixando nome e telefone..

A todos um FELIZ NATAL e um ANO NOVO pleno de Bênçãos, muita Esperança e Ações positivas!!

Fraternalmente,

Sandra Hasmann



FAÇA SEU MARKETING


Por  Max Gehringer

           
Por que ótimos funcionários muitas vezes não conseguem ser promovidos? Porque eles estão fazendo tudo certo, mas esquecem de algo muito importante: o marketing pessoal.

Estamos em um escritório de consultoria fazendo uma pesquisa sobre marketing pessoal – qualidades que fazem com que alguns consigam se destacar dos demais. Nós pedimos que cada um dos entrevistados pegue um papel e escreva o nome de duas pessoas que, na opinião de cada um, mais se enquadram em todos esses itens que vamos discutir. Por que duas pessoas? Porque cada pessoa tem o direito de votar em si mesmo.

Ao final da votação, não vamos escolher o melhor ou a melhor. Se a gente simplesmente pegar um que foi o mais votado, nós vamos criar mais problema do qualquer outra coisa para a pessoa. Vamos selecionar três ou quatro pessoas.

Marketing é o conjunto de ferramentas que uma empresa usa para fazer com que seus produtos sejam conhecidos, apreciados e comprados. Marketing pessoal é um profissional fazer exatamente a mesma coisa, só que em benefício da própria carreira.

Nós começamos a aplicar isso às nossas carreiras a partir do momento em que o nível dos candidatos no mercado de trabalho começou a ficar muito igual. É a habilidade que um funcionário tem de aparecer sem ser chato e de conseguir a simpatia da chefia sem ser puxa-saco.

Eu sempre digo que a melhor avaliação que a gente faz é de garçom. “Eu fico atento no movimento do cliente”, diz o garçom Edson da Silva. Se a gente, inadvertidamente, olha para o garçom e não precisa de nada, ele nunca está olhando para a gente. “A gente fica no nosso canto para não atrapalhar o cliente, mas sempre de olho na mesa”, comenta Edson. Quando a gente precisa de alguma coisa, o garçom está olhando para a gente. Se a gente só conseguir fazer o que o garçom faz, nós nunca vamos ser chatos na vida.

Veja, a seguir, os dez mandamentos do marketing pessoal.


1º – Liderança
Algumas pessoas têm uma habilidade muito maior de influenciar as outras. “O Clayton está sempre preocupado se a gente precisa de alguma coisa”, comenta a caixa Laísa dos Santos. “Ele socorre a gente”, diz a caixa Ester Alves. O Clayton é um formador de opinião, e a empresa percebe isso rapidamente.

2º – Confiança
Quando eu pergunto “Quanto foi o jogo?”, eu imediatamente olho para uma pessoa. Eu não falo assim: “quanto foi?”, olhando ao redor. Essa é a pessoa em que nós confiamos.

3º – Visão
É alguém entender o que está fazendo e por que está fazendo, e sugerir pequenas mudanças para melhorar o próprio trabalho ou o trabalho dos colegas. Do que nós estamos falando? Pequenas idéias, uma por dia, de R$ 3. Muita gente fica esperando muito para ter uma grande idéia na vida de R$ 200 milhões e perde a oportunidade de ter a pequena idéia de todo dia.

4º – Espírito de equipe
É oferecer ajuda aos colegas, mesmo sem ser solicitado. De coração aberto, quantas pessoas realmente fazem isso?

5º – Maturidade
É saber solucionar conflitos sem provocar mais conflitos. “Ele prefere conversar e não resolver em discussão”, diz o repositor de loja William Matias. “Um ajudando o outro é que a gente vai ser uma equipe melhor”, acredita o repositor de loja Antônio Raimundo Nascimento.

6º – Integridade
É fazer o seu trabalho sem prejudicar ninguém. Não ser excessivamente ambicioso e atropelar quem aparece pela frente. Pesquisa instantânea de opinião: quem nunca foi prejudicado na carreira? Quem tem vontade de prejudicar alguém? Qual das duas perguntas que eu fiz mostra falta de integridade? A segunda? Se eu tiver o desejo, assim, de me vingar, isso mostra a minha falta de integridade? Não. O desejo não mostra. É por isso que nós temos sentimentos, nós temos emoções e, muitas vezes, no trabalho, nós temos que guardar isso para a gente mesmo. Eu, sinceramente, tenho vontade atropelar um monte de gente, mas eu não vou fazer isso.

7º – Visibilidade
Ser o primeiro a levantar a mão quando o chefe precisa de um voluntário para uma tarefa. O que eu me lembro nos últimos 25 anos da minha vida corporativa, todo mundo que levantou a mão quando eu pedi um voluntário, hoje, ou é gerente, ou é diretor, ou é presidente de empresa. Impressionante.

8º – Empatia
É saber elogiar o trabalho de um colega e reconhecer o mérito dos outros. “Foi o Emerson. Isso foi ontem ainda. Ele montou lá na frente da loja uma exposição de brinquedos que foi muito lindo mesmo. Elogiei, elogiei na hora”, disse o fiscal de loja Enedino dos Santos.

9º – Otimismo
Não é um otimismo burro, mas um otimismo com causa. A pressão do trabalho nos leva a imaginar que as coisas são piores do que realmente são.

10º – Paciência

Isso é o que mais acontece com jovens recém-formados no mercado de trabalho. Normalmente, uma pessoa com excelente formação acadêmica entra em uma empresa e, seis horas depois, já está começando a pensar por que ela não foi promovida. De todas as qualidades que nós podemos ter, a paciência é, talvez, a que se a gente não tiver, vai nos prejudicar mais.

Evidentemente, não adianta ter tudo isso se o funcionário não consegue fazer aquilo que ele é pago para fazer, dar bons resultados de curto prazo.

No grupo, foram três escolhidos. O primeiro é o Fabian, o segundo é o Júlio, e o terceiro é o Rodrigo.“Eu busco, no meu dia-a-dia, estar sempre ajudando as pessoas. Eu tenho o espírito de equipe”, explicou o assistente de vendas Rodrigo Zazzera. “Se eu estou ajudando o companheiro, eu sei que, futuramente, ele vai me ajudar também”, ressaltou o analista de sistemas Fabian Schimdt. “Fiquei surpreso porque eu não vejo um destaque da minha parte”, disse o analista de sistemas Júlio César Arão.
A lição que vocês três estão dando é que basta vocês fazerem o que aprenderam em casa: ter respeito pelo próximo. São lições que têm milhares de anos, mas é isso que constrói uma imagem.

Em uma empresa séria, quem tem marketing pessoal recebe atenção da chefia e apoio dos colegas. Em uma empresa medíocre, a mesma pessoa pode ser vista como uma ameaça. Em num caso assim, não adianta querer mudar a empresa. É mais sábio mudar de empresa.