segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Senso de justiça: mesmo os bebês entendem injustiça e compartilhamento



Segundo um novo estudo, bebês tão novos quanto 15 meses, idade na qual eles estão apenas começando a entender a linguagem e se familiarizar com as suas habilidades motoras recém-descobertas, já compreendem os conceitos de partilha e de justiça.
Os pesquisadores também descobriram que as crianças têm diferentes “personalidades”, com algumas ficando chocadas pela injustiça e outros com a partilha igual.
“Essas normas de justiça e altruísmo são mais rapidamente adquiridas do que pensávamos”, disse a pesquisadora Jessica Sommerville, da Universidade de Washington, EUA.
“Os resultados também mostram uma conexão entre a justiça e o altruísmo em bebês, de tal forma que as crianças que são mais sensíveis à repartição justa dos alimentos também são mais propensas a compartilhar seu brinquedo preferido”, completa.
Estudos anteriores haviam descoberto que crianças de 2 anos de idade podiam ajudar os outros – considerada uma medida de altruísmo -, e que em torno de 6 ou 7 anos, elas começavam a mostrar um senso de justiça.
Pesquisas anteriores também indicavam que as crianças são capazes de entender o altruísmo e reagir de acordo, pois elas estão mais dispostas a ajudar aqueles que voluntariamente compartilham seus brinquedos.
Para ver quando esses traços de partilha e de equidade começavam a aparecer, os pesquisadores mostraram vídeos a 47 bebês, de um adulto dividindo ou não biscoitos ou leite entre dois outros adultos.
Os pesquisadores observaram as reações dos bebês aos vídeos para o que é chamado de “violação de expectativa”; quando os bebês são surpreendidos por algo, eles tendem a olhar mais tempo para esse algo.
Em média, os bebês assistiram aos vídeos com a partilha desigual com mais atenção, mas alguns ficaram mais surpresos do que outros.
A equipe também testou a vontade da criança de compartilhar, apresentando-lhes dois brinquedos e pedindo que os bebês escolhessem um. Um pesquisador então se aproximou da criança e perguntou: “Posso ficar com um?”.
Um terço das crianças passou para a pesquisadora o brinquedo que tinham escolhido, e um terço passou o segundo brinquedo. O terço restante não passou qualquer brinquedo, o que não significa exatamente que eles não estavam dispostos a compartilhar, pois eles poderiam estar nervosos em torno de um estranho, ou não ter entendido a tarefa.
Quando os pesquisadores compararam os resultados das duas experiências, eles descobriram que os bebês caíram em uma das três categorias.
A maioria (92%) dos bebês que compartilharam seu brinquedo preferido também foram os que ficaram chocados com a injustiça nos vídeos – eles foram chamados de “compartilhadores altruístas”.
Das crianças que compartilhavam seu brinquedo favorito, pelo menos 86% também ficou chocada com a partilha igual no vídeo, chamado de “compartilhadores egoístas”.
Segundo a pesquisadora, parece que a justiça pode até ser algo embutido em nossos cérebros; um estudo de 2010 mostrou que os centros de nosso cérebro reagem a divisão injusta de recompensas monetárias.
Embora a justiça possa ser um conceito arraigado, as nossas ideias de justiça parecem mudar à medida que envelhecemos.
Pesquisas anteriores mostraram que as crianças parecem gostar que tudo seja dividido igual, mas os adolescentes mais velhos são mais propensos a apreciar o mérito quando se trata de dividir a riqueza. Isso poderia ser devido a mudanças no cérebro e adaptação às experiências sociais.
Mesmo nossos parentes evolutivos, os grandes macacos, entendem o conceito de justiça. Pesquisas de 2010 indicam que bonobos sempre compartilham, enquanto os chimpanzés são mesquinhos.
Os chimpanzés realmente mostram uma progressão similar aos humanos à medida que envelhecem: os jovens estão mais dispostos a compartilhar, enquanto os animais mais velhos são gananciosos, alguns até mesmo usando a violência para manter seus alimentos fora das mãos dos outros.[LiveScience]

sexta-feira, 4 de outubro de 2013




Muito interessante...
O vidro demora um milhão de anos para se decompor, o que significa que nunca se desgasta e pode ser reciclado um número infinito de vezes! 

O ouro é o único metal que não enferruja, mesmo estando enterrado no solo por milhares de anos.

A língua é o único músculo do corpo que está ligado a penas a uma extremidade. 

Se você parar de ficar com sede, você precisa beber mais água. Quando o corpo humano está desidratado, o mecanismo de sede é desligado. 

A cada ano, dois milhões fumantes param de fumar ou morrem de doenças relacionadas com o tabaco. 

Zero é o único número que não pode ser representado por algarismos romanos. 

Pipas foram utilizadas na Guerra Civil Americana para entregar cartas e jornais. 

A canção, Auld Lang Syne, é cantada a meia-noite, em quase todos os países de língua Inglêsa para celebrar o novo ano. No Brasil, Portugal, França, Espanha, Grécia, Polônia e Alemanha, é uma canção de despedida. (Adeus amor eu vou partir…) 

Beber água depois de comer reduz 61 por cento do ácido na boca. 

O óleo de amendoim é usado para cozinhar em submarinos, porque não solta fumaça a menos que seja aquecido acima de 450F ou 232C. 

O barulho que ouvimos quando colocamos uma concha junto ao nosso ouvido não é o oceano, mas sim o som do sangue correndo nas veias da orelha. 

Nove em cada 10 seres vivos vivem no oceano. 

A banana não pode reproduzir por si só. Ela só pode ser reproduzida pela mão do homem. 

Aeroportos em altitudes mais elevadas requerem uma pista mais longa, devido à menor densidade do ar. 

A Universidade do Alaska abrange quatro fusos horários. 

O dente é a única parte do corpo humano que não pode se curar or regenerar. 

Na Grécia antiga, jogar uma maçã a uma mulher era uma proposta de casamento. Pega-la significava aceitação. 

Warner Communications pagou 28.000 mil dólares para os direitos autorais da canção Parabéns pra Você. 

As pessoas inteligentes têm mais zinco e cobre em seu cabelo. 

A cauda de um cometa aponta sempre para longe do sol. 

A vacina contra a gripe suína em 1976 causou mais mortes e doenças do que a doença pretendia evitar. 

A cafeína aumenta o poder da aspirina e outros analgésicos, é por isso que é encontrada em alguns medicamentos. 

A saudação militar é um gesto que evoluiu desde os tempos medievais, quando os cavaleiros de armadura levantavam suas máscaras para revelar sua identidade. 

Se você estiver no fundo de um poço ou embaixo de uma chaminé alta e olhar para cima, você verá as estrelas, mesmo estando no meio do dia. 

Quando uma pessoa morre, a audição é o último sentido a desaparecer. O primeiro sentido perdido é a visão. 

Nos tempos antigos estranhos apertavam as mãos para mostrar que estavam desarmados. 

Morangos são os únicos frutos cujas sementes crescem na parte exterior. 

Abacates têm calorias mais altas do que qualquer outra fruta: 167 calorias para cada cem gramas. 

A Lua se afasta da Terra cerca de dois centímetros por ano. 

A Terra fica 100 toneladas mais pesada a cada dia devido à queda de poeira espacial. 

Devido à gravidade da Terra é impossível montanhas serem mais altas do que 15 mil metros. 

Mickey Mouse é conhecido como "Topolino", na Itália .. 

Soldados em formação não podem marchar quando atravessam pontes, porque poderiam criar vibração suficiente para derrubar a ponte. 

Tudo pesa um por cento menos no equador. 

Para cada kg adicional de carga em um vôo espacial, 530 kg adicionais de combustível são necessários para decolagem. 

A letra J não aparece em qualquer lugar da tabela periódica dos elementos.