quinta-feira, 4 de outubro de 2007



É PRIMAVERA. QUE TAL COMER FLORES ?

Você já ouviu falar nas chamadas flores comestíveis? Algumas são usadas na culinária há muito tempo. Além de enfeitar o ambiente, algumas delas são agradáveis surpresas ao paladar. Mas é preciso muita atenção, porque hoje em dia o importante é comprar este produto quando ele vem especificado para consumo alimentício. A flor cultivada para decoração nem sempre é apropriada para comer.

Uma outra coisa importante: para a utilização das flores, retire sempre seus cabos através de uma suave compressão na região do cálice. No mais, aproveite o colorido e o perfume, que vão fazer muito sucesso na sua casa!

Confira alguns tipos de flores comestíveis:

Flor de calêndula
Originária da região centro sul da Europa e da Ásia. Na idade média, a calêndula era cultivada nas hortas, desidratada e utilizada como corante em caldos, queijos amarelos, manteiga e bolos. As pétalas desta flor são utilizadas frescas em saladas, em crepes ou no arroz em substituição ao açafrão.

Flor de nastúrcio (capuchinha)
Nativa do Peru, hoje é cultivada em todo o mundo. O nastúrcio é uma planta extremamente decorativa que foi introduzida na Europa no final do século XVI. As flores e folhas possuem um gosto picante e são riquíssimas em vitamina C.

Amor perfeito (viola tricolo)
Nativa da Europa e Ásia Ocidental, o amor perfeito já se espalhou pelo mundo inteiro. É conhecido também como a flor da "divina trindade" por apresentar três cores em suas flores. Além de suas propriedades diuréticas, o amor perfeito pode ser usado em saladas ou sobremesas.

Flor de borago
Planta anual nativa do norte da África. Desde tempos antigos, o borago é conhecido por possuir efeitos benéficos sobre o corpo e a mente. As flores são comestíveis e freqüentemente utilizadas em saladas, ou ainda com glacê em bolos e sobremesas. O borago deve ser sempre utilizado fresco. Seco, perde suas propriedades.

Fonte: Lulu Carabina - www.abacaxiatomico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário